Black Friday deve gerar mais de R$ 85 milhões em vendas na Bahia

A Black Friday acontece no próximo dia 24, e deve gerar em torno de R$ 42 milhões só em Salvador


Tribuna da Bahia, Salvador
09/11/2017 09:30 | Atualizado há 12 dias, 15 horas e 7 minutos

   
Foto: Uol

Por Rayllanna Lima

Uma das datas mais esperadas do comércio eletrônico está chegando. A Black Friday, que acontece no próximo dia 24, última sexta-feira de novembro, deve gerar em torno de R$ 42 milhões em Salvador e mais de R$ 85 milhões em toda a Bahia, um crescimento de 19% ante 2016. No Brasil, conforme divulgou a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), mais de R$ 2,5 bi devem ser movimentados via e-commerce.

A principal dica para este ano é a antecipação, conforme aconselha o diretor geral do portal Busca Descontos – idealizador da Black Friday no Brasil –, Ricardo Bove. “Para nós, a Black Friday já começou. Temos lojistas já soltando algumas ofertas. É importante que se faça uma listinha de compras para saber o que exatamente quer comprar e já ir pesquisando o preço. No dia da Black Friday, as ofertas com muito desconto acabam esgotando rapidamente, porque é muita procura e o estoque é limitado”, explica.

Um exemplo de promoção que já está com tudo é o delivery de restaurantes, iFood, que está com descontos de 50% e até entrega grátis. Outras lojas físicas, por meio de seus sites, também já estão com promoções. O que pode ajudar o consumidor a ficar atento a todas as ofertas é o site oficial blackfriday.com.br. “Os cadastrados recebem as promoções em primeira mão. Assim que as ofertas vão chegando, são enviadas direto para os consumidores”, garante.

Ao contrário do que muitos pensam, o fator crise econômica, que ainda deixa o Brasil na corda bamba, pode favorecer o cliente. “Durante a crise, as pessoas compram menos e os lojistas acabam tendo muito estoque. Eles aproveitam a esse momento para limpas os estoques, até para o próprio Natal, dando maiores descontos”, avalia Bove.

Descontos

Saber com antecedência quais segmentos disponibilizarão as principais promoções é considerado bastante relativo, isso porque também depende exclusivamente das lojas participantes. Contudo, o diretor geral da Black Friday revela que categorias que agregam maior valor são as mais procuradas.  

Leia mais na edição impressa do jornal ou na Tribuna Virtual.


Compartilhe       

 


TRIBUNA VIRTUAL



 

Notícias Relacionadas