Bahia pega Atlético/MG rumo a Libertadores

Edigar Junio, artilheiro do Bahia com oito gols é garantia de um bom jogo do Tricolor contra o Atlético Mineiro amanhã à tarde na Fonte Nova


Tribuna da Bahia, Salvador
11/11/2017 08:29 | Atualizado há 10 dias, 16 horas e 13 minutos

   
Foto: Felipe Oliveira/Flickr/ECBahia

A ameaça do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro em 2018 é passado, foi apenas um susto para Bahia e Atlético Mineiro. Neste domingo, os dois clubes, entre os 10 melhores da Série A, tem um confronto direto no jogo pela 34ª Rodada valendo pela luta por uma vaga brasileira na Taça Libertadores da América, com a garantia de uma grande festa na Arena Fonte Nova, com a presença em massa da eufórica torcida Tricolor.

Apontado pela mídia como o melhor time, em resultado, no último mês de disputa do Campeonato Brasileiro, sob o comando do técnico Paulo Cézar Carpegianni, dentro de casa, com o apoio do seu 12º jogador, a Fiel Tricolor, o Bahia vai prá cima do adversário Mineiro, que tem desfalques importantes nesta partida de amanhã à tarde em Salvador, como o zagueiro Leonardo, ex-Bahia, e o artilheiro Fred, suspensos pela 3ª advertência do cartão amarelo.

Em 9º lugar na tabela de classificação do campeonato Brasileiro, com 45 pontos ganhos, o Bahia já está com vaga garantida na Copa Sul-Americana de 2018. Mas como disso o próprio técnico Carpegianni, o Tricolor baiano tem que pensar em melhores resultados mais à frente, nas ultimas rodadas da Série A, como uma vaga na Taça Libertadores da América.

Um objetivo que é viável diante da possibilidade do G-6 ser ampliado para um G-8 caso o Grêmio, vice-líder do Brasileiro, conquiste o titulo da Taça Libertadores na final contra o Lanús, da Argentina, e o Flamengo, 7º colocado, e que está nas semifinais contra o Barcelona de Guayaquil, conquiste o titulo da Copa Sul-Americana, que garante vaga direta para a Libertadores.


Compartilhe       

 


TRIBUNA VIRTUAL



 

Notícias Relacionadas