Folia momesca será ‘termômetro eleitoral’ para Neto

ACM Neto, por sua vez, acompanhou a abertura da folia na Barra, no final da tarde de ontem


Tribuna da Bahia, Salvador
09/02/2018 07:39 | Atualizado há 11 dias, 6 horas e 49 minutos

   
Foto: Inácio Teixeira

Por Henrique Brinco

O prefeito ACM Neto (DEM) deve utilizar o Carnaval como termômetro eleitoral para a campanha de 2018, quando provavelmente enfrentará o governador Rui Costa (PT) pelo governo do estado. O gestor da capital baiana planejou uma longa peregrinação pela maioria dos camarotes e espaços dedicados à folia e quer usar o máximo de espaço possível durante a festa para se firmar como nome forte ao Palácio de Ondina. E, para isso, ele vai contar com uma tropa de choque ao lado dele. Além dos aliados baianos, estarão na capital baiana o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que deve chegar provavelmente na segunda-feira, e o prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB-SP), na terça. A presença do tucano, aliás, chama a atenção uma vez que ele ainda tem interesse em se lançar como candidato ao governo de São Paulo ou a Presidência no lugar de Geraldo Alckmin (PSDB).

Na quarta, Maia afirmou em coletiva com jornalistas que a "avenida está aberta" para todos os políticos que pretendem concorrer ao Palácio do Planalto. "Acho que a avenida está aberta para qualquer candidato, com as qualidades que o ministro Henrique Meirelles tem, com as qualidades que o governador Geraldo Alckmin tem, bônus e ônus. Eu também tenho os meus. Cada um vai trabalhar essas questões se quiser se viabilizar como candidato no futuro", disse o parlamentar.

Já Dória, segundo o jornal O Estado de S. Paulo, pediu que o PSDB antecipe a realização de prévias que vão escolher o candidato do partido ao governo paulista. A articulação é mais um sinal de que o prefeito deve renunciar para se candidatar ao estado. "Quando mais cedo, melhor. Assim, você estabelece claramente suas alianças e pode organizar melhor a campanha", disse o prefeito. A data da escolha será definida pelo diretório do PSDB em São Paulo em reunião marcada para o dia 19 de fevereiro. Indagado pela Tribuna sobre as possíveis alianças de ACM Neto neste ano, o presidente do DEM, José Carlos Aleluia, afirmou que o prefeito ainda não bateu o martelo sobre o pleito. “Ainda não há nada definido. Temos que primeiro decidir se ele será candidato ou não. Se o prefeito ACM Neto decidir ser candidato, ele será candidato. A coligação é muito ampla, mas ele disse que tomará a decisão depois do Carnaval”, disse o deputado federal, no dia 29 e janeiro. 

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas