Futebol baiano volta às barras do Tribunal

A confusão do clássico BA-VI tem 2º tempo nesta sexta-feira com o julgamento do recurso às 18h


Tribuna da Bahia, Salvador
09/03/2018 14:19 | Atualizado há 15 dias, 6 horas e 46 minutos

   
Foto: Reprodução

O caso da confusão do primeiro Ba-Vi do ano pode ter um novo desfecho nesta sexta-feira, quando será julgado o recurso da Procuradoria. O secretário do Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia, Roberto Araújo, confirmou ao GloboEsporte.com que o Pleno da entidade vai julgar o recurso às 18h desta sexta. O julgamento da confusão do clássico foi realizado no último dia 27, ocasião em que o Vitória foi multado em R$ 100 mil, pela acusação de ter encerrado a partida antes do previsto. 

A punição mais severa recaiu sobre o zagueiro Kanu: dez jogos de suspensão no Campeonato Baiano. Denunciados por agressão, Denilson, Yago, Rhayner, Edson e Becão pegaram oito jogos de gancho. Vinícius levou dois por provocar torcedores rivais ao comemorar o gol. Mancini, Ramon, Bruno Bispo, André Lima e Mário Silva foram absolvidos da denúncia de ter provocado intencionalmente o fim da partida. O clássico foi encerrado aos 34 minutos do segundo tempo com a expulsão de Bruno Bispo, o que deixou o Vitória em número de atletas insuficiente para seguir em campo.

O julgamento de sexta-feira inclui a revisão das sentenças de Edson, Rodrigo Becão, Vinícius, Lucas Fonseca, Kanu, Yago, Rhayner, Denílson, Bruno Bispo, Ramon e Vagner Mancini. Também será avaliado um recurso do Bahia, que solicita entrar como terceiro interessado no processo.

O time do Vitória volta neste domingo ao Barradão para a partida diante da equipe do ABC, válida pela fase de classificação da Copa do Nordeste, às 19h, no estádio Manoel Barradas. Em segundo lugar no grupo, após derrota para a própria equipe potiguar, o Vitória briga para se firmar na liderança e garantir classificação antecipada. Mancini não tem problemas para armar a equipe neste partida.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas