Ambev tem crescimento de 10,1% no EBITDA no 1º trimestre

Brahma e Budweiser já implementam iniciativas visando Copa do Mundo


Tribuna da Bahia, Salvador
09/05/2018 11:59 | Atualizado há 13 dias, 12 horas e 13 minutos

   

A Cervejaria Ambev registrou crescimento de 5,9% em sua receita líquida consolidada no 1º trimestre de 2018, na comparação anual. Com isso, o EBITDA consolidado de todas as operações da cervejaria subiu 10,1% no mesmo período, atingindo R$ 4,638 bilhões, enquanto o lucro líquido aumentou 12,7%, para R$ 2,610 bilhões.

Só na região LAS – que compreende Brasil e outros países da América do Sul – a receita líquida registrou crescimento de 24,6% em relação ao mesmo período de 2017. Na divisão CAC (Caribe), o aumento foi de 8,7%, enquanto o Canadá ficou praticamente estável.

No Brasil, a Cervejaria Ambev teve leve queda de 1,8% na receita líquida, impactada pelos volumes mais fracos em cerveja e refrigerante, que caíram 8,1% e 19,4%, respectivamente. Por outro lado, o impacto positivo do câmbio e iniciativas de gestão de receita sustentaram o EBITDA no país, que subiu 5,3%.

A despeito da volatilidade no volume no curto prazo, a estratégia comercial consistente abriu espaço para o progresso nas principais plataformas comerciais da Cervejaria Ambev. Durante o 1º trimestre, por exemplo, a Antarctica lançou sua nova identidade visual, que resgata a tradição e reforça a qualidade da marca, enquanto a Brahma Extra praticamente dobrou seu volume, já representando mais de 1% do volume de cerveja vendido no Brasil.

O portfólio premium de marcas globais da cervejaria, que inclui Budweiser, Corona e Stella Artois, seguiu sua trajetória de crescimento e avançou dois dígitos no trimestre, reflexo da crescente busca dos consumidores pela categoria.

A Budweiser se destacou no trimestre ao patrocinar o festival de música Lollapalooza – a marca foi patrocinadora da primeira edição do evento, em 1991, nos Estados Unidos – e já iniciou os preparativos para a Copa do Mundo. Durante o campeonato mundial de futebol, a marca vai promover dez edições simultâneas do projeto Bud Basement em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Recife Fortaleza, Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre.

A Brahma por sua vez, também já começou a trazer a atmosfera da Copa para os seus consumidores. Além de lançar o hino Número 1 para animar a torcida brasileira, a marca recriou em edição especial os rótulos que acompanharam a cerveja nos anos em que o Brasil foi campeão do mundo.

Nas operações internacionais, Rittes destaca o forte desempenho nas regiões LAS e CAC, enquanto o Canadá foi impactado, especialmente, pela base de comparação difícil de custos.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas