Procissão e missa campal encerram as celebrações para Santo Antônio

O santo é considerado um dos santos mais populares entre os brasileiros e portugueses


Tribuna da Bahia, Salvador
13/06/2018 11:21 | Atualizado há 11 dias, 13 horas e 40 minutos

   
Foto: Reprodução

Por Jordânia Freitas

Mantendo a tradição secular, a Paróquia Santo Antônio Além do Carmo, em Salvador, encerra hoje a trezena em homenagem ao seu padroeiro, com diversas atividades festivas. O ápice das comemorações pelo Dia de Santo Antônio ocorre às 17h30, quando os fieis saem em procissão pelas ruas dos bairros de Santo Antônio Barbalho e depois participam de missa campal, presidida pelo bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador, Dom Estevam Filho.

Mas a Festa de Santo Antônio já começou bem cedo. Às 6h da manhã, teve uma alvorada com fogos de artifício para abrir as atividades.  Já às 7h, 9h, 11h teve missas, e às 16h30 será celebrada a última. Haverá também a tradicional distribuição de pães. 

De acordo com o padre Ronaldo Marques Magalhães, pároco da igreja,  cerca de 6 mil pessoas participaram da procissão e missa campal no ano passado. Para este ano, a expectativa é manter o mesmo público ou receber ainda mais fieis. 

Conhecido como o santo casamenteiro, o pároco revela que a população também recorre a Santo Antônio para pedir graças que vão além do matrimônio. “É uma devoção muito grande a Santo Antônio. É um santo que atrai as pessoas. E nesse momento que estamos vivendo, de crise, de tantos apelos que a sociedade está fazendo, por emprego, dias melhores, contra a violência e toda essa coisa que põe medo, as pessoas vêm recorrer a Santo Antônio para pedir proteção”, finalizou.

Nascida e criada no bairro de Santo Antônio Além do Carmo, Gildete Freitas, 77 anos, herdou a devoção ao santo de sua família. Seus pais já frequentavam a paróquia e ela seguiu os caminhos de fé. Mesmo morando há quatro anos em outra localidade de Salvador,  não deixou a distância a afastar do santo. Ontem pela manhã, a aposentada era uma das devotas que rezavam próximo ao altar da paróquia. “É meu padroeiro. Aqui foi a igreja que eu me batizei, me casei. Para mim, abaixo de Deus é Santo Antônio”, afirmou. 

Santo Antônio

Santo Antônio de Lisboa, ou Santo Antônio de Pádua nasceu em Lisboa no dia 15 de agosto, entre os anos de 1191 e 1195. É considerado um dos santos mais populares entre os brasileiros e portugueses. No Brasil, Santo Antônio é conhecido como o "Santo Casamenteiro". 

Por conta disso, o  Dia dos Namorados é comemorado em 12 de junho no país,  por ser a véspera do Dia de Santo Antônio. Segundo as crenças populares, neste dia as pessoas que desejam casar ou conseguir um namorado preparam simpatias para Santo Antônio, acompanhadas de orações.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas