Raio Laser - 14/6 - Reta final

O governador Rui Costa aproveitará que o vice-governador João Leão chegou de uma missão oficial à China, para intensificar, durante o final de semana, as tratativas para a formação da sua majoritária


Tribuna da Bahia, Salvador
14/06/2018 09:00 | Atualizado há 10 dias, 15 horas e 51 minutos

   
Foto: Divulgação

O governador Rui Costa, que adiou o anúncio da sua chapa para a próxima semana, aproveitará que o vice-governador João Leão chegou de uma missão oficial à China, para intensificar, durante o final de semana, as tratativas para a formação da sua majoritária. Há quem diga que uma forte estratégia de convencimento ainda está em curso, para que a senadora Lídice da Mata concorde com a suplência de Jaques Wagner, a mesma que, a propósito, teria sido oferecida ao PCdoB. O argumento é que levando em conta o cenário nacional, Wagner sendo plano A ou B de Lula, tem grandes chances de deixar o cargo e Lídice ocupar o posto, caso sejam eleitos. 

Sem consenso

Na chapa  oposicionista, também não existe consenso ainda quando o assunto é uma das vagas para o Senado. Se por um lado, exista um grupo que defenda o nome de Irmão Lázaro (PSC), de outro persiste a defesa pela vereadora Ireuda Silva, do PRB, sob a justificativa da importância de se ter a uma mulher negra na chapa. Contudo, as más línguas falam, que trata-se de uma birra criada pela deputado federal Jutahy Magalhães (PSDB), nome já decidido para concorrer a outra vaga, que teria receio de perder voto para Irmão Lázaro e por isso a campanha para que ele emplaque a vice. Ele nega veementemente.

Em alta

Há muito tempo, Salvador não é exibida em rede nacional de forma tão positiva como na novela “Segundo Sol”, que a Globo exibe às 21h. Com imagens bem selecionadas, à noite, de madrugada ou de dia, a capital baiana vai sendo expostas para todo o Brasil, de segunda à sábado, “dando gosto de se ver”. Os reflexos deste “merchandising” virão no próximo verão, quando muitos turistas de outros estados brasileiros programarem suas viagens. 

LDO

Depois de um período de marasmo, os deputados estaduais resolveram se movimentar. Além de  nove projetos aprovados no dia anterior, ontem, em reunião conjunta das Comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e de Finanças, Orçamento, Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa, aprovaram o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2019, que  deve ser votado em plenário na próxima terça-feira. Vale lembrar, que sem aprovação da LDO, a pauta fica trancada e ninguém pode ter recesso.

Polêmica

E por falar em votação na Assembleia Legislativa, a OAB -BA já assegurou que vai acionar o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sobre as novas vagas de desembargadores aprovadas ontem na Casa. “Vamos tomar todas as medidas necessárias para garantir que as necessidades do 1º grau de jurisdição sejam atendidas antes da implantação desses novos gabinetes de desembargadores”, afirmou o conselheiro federal da OAB, Fabrício Castro. De acordo com Fabrício, a crise no Judiciário vem se agravando. O principal problema estadual, segundo ele, é a falta de juízes e servidores em número suficiente para atender à demanda.

Situação caótica

Fabrício lembrou que, em 2016, o TJ-BA registrou a maior taxa de congestionamento de processos do país, com 83,9% deles emperrados, sem solução, em comparação ao total tramitado durante o ano, conforme levantamento do CNJ. “A pesquisa revelou a situação caótica do 1º grau, evidenciando que a prioridade não é a criação de vagas para novos desembargadores, mas para juízes”.


Leia a Coluna completa na edição impressa do jornal ou na Tribuna Virtual (clicando na capa do jornal que está na home do site).

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas